fbpx
Circuito, Negócios

Golpe na praça

Em meio à pandemia, os golpes têm aumentado na praça. Várias pessoas estão sendo vítimas de golpistas que tem clonado números de whatsapp de pessoas e mandando mensagens pedindo dinheiro. Esta semana mesmo, a assistente financeira Manuela Diniz recebeu uma mensagem de uma pessoa que tem contato pedindo uma transferência, porém não era a pessoa, e sim o número clonado. Ela desconfiou e não caiu no golpe.

O mesmo golpe aconteceu com o cirurgião plástico Jefferson Vaccari, que no último dia 06 teve o whatsapp do consultório em que ele atende seus pacientes clonado. “Colocaram a logo do consultório na foto do perfil do Whatsapp e começaram a entrar em contato com algumas pessoas pedindo para fazerem depósitos em contas de banco”, explica o cirurgião plástico.

Além disso, outros médicos estão sendo vítimas de outra forma. As fotos de alguns deles estão sendo utilizadas em outros números de celular e estas pessoas pedem transferências como se fossem os profissionais. A dermatologista Karina Mazzini já passou pela situação duas vezes em menos de 15 dias. “Pegam minha foto na internet e colocam em outro número e enviam mensagens pedindo dinheiro. Já fiz boletim de ocorrência sobre o caso”, explica Karina.

O advogado Yago Andrade Motta orienta que, em primeiro lugar, quem passar pelo problema deve avisar as pessoas mais próximas que sofreu um golpe. Em seguida, o ideal é juntar provas para registrar um B.O na delegacia de defraudações. “Leve como prova, por exemplo, uma folha impressa com as capturas de tela que seus amigos ou clientes fizerem da conversa que tiveram com o suspeito que está se passando por você”, diz ele.

Em caso de clonagem, tal como ocorre quando os golpistas conseguem o código de ativação do Whatsapp, é possível pode enviar um e-mail para support@whatsapp.com com o título/assunto junto com o seu número, com DDD e código do país, por exemplo, de “conta roubada / +5527 9999-9999”. No corpo do e-mail, você pode escrever apenas “favor bloquear a conta do nº (do título)”.

“Tenha em mente que a resposta do e-mail que virá será automática, e pode pedir para que você reenvie um e-mail confirmando o pedido de bloqueio. Após alguns minutos ou horas da confirmação pelo suporte do Whatsapp, você poderá novamente requisitar um código de ativação pelo seu celular e readquirir o controle sobre sua conta”, explica o advogado.

Comentários

0 Comentários
Compartilhe

Criar Comunicacao

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: