fbpx
Saúde

Equilíbrio é a palavra chave na retomada dos exercícios físicos

equilibrio-e-a-palavra-chave-na-retomada-dos-exercicios-fisicos

Com o isolamento social, em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) – muita gente que já havia conquistado um ritmo na atividade física, não conseguiu manter a rotina neste período. Se antes, o desafio era manter o corpo em movimento, mesmo estando em casa, agora, com a reabertura de algumas academias, muita gente deve retornar aos treinos e a dificuldade passa a ser os cuidados nesta volta para não sofrer lesões e nem cometer exageros, na tentativa de compensar pelo período em que esteve parado ou com atividades menos intensas.

De acordo com o médico do esporte e fisiatra, Fabrício Buzatto, para quem passou por essa pandemia sem contaminação ou infecção pelo novo coronavírus, o recomeço pode ser feito com uma avaliação médica detalhada com foco na prática de atividades. “Assim, é possível ter um entendimento do estado real da sua capacidade física (performance). Depois disso, a orientação é ter o acompanhamento de um educador físico ou fisioterapeuta, começando praticamente do zero, na maioria dos casos, já que muitos só realizaram exercícios leves ou num ritmo irregular, estando em casa”, indica.

O trabalho em conjunto desses profissionais será fundamental para uma retomada saudável das atividades. “Se antes da pandemia a atividade física era considerada importante para manter a qualidade de vida e saúde, agora é vista como vital para se ter um corpo saudável, com um sistema cardiovascular, muscular e pulmonar forte e resistente, com imunidade alta e protegido contra os efeitos das infecções e viroses. Além disso, é preciso ficar atendo a outros fatores que contribuem para um bom desempenho nos treinos, como: dormir bem e se alimentar corretamente”, orienta.

De volta aos treinos

Este processo de retomada precisa ser gradual para que ele aconteça de forma plena, tranquila e sem prejuízos à saúde. De acordo com a educadora física, Scheila Nonato da Academia Hangar, a preferência é fazer exercícios de alongamentos e resistência muscular de forma gradual, de leve a moderada. “Fazer as repetições dos exercícios é muito importante para voltar ao ritmo e evitar lesões. Uma opção, que pode ser interessante nesta retomada, é o treino generalista, que trabalha todas as regiões do corpo e pode ser uma excelente preparação para os treinos mais pesados”, sugere.

Comentários

0 Comentários
Compartilhe

Maria Cardoso

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: