fbpx
Saúde

AVC TAMBÉM É PREOCUPAÇÃO DURANTE PANDEMIA

avc-tambem-e-preocupacao-durante-pandemia

Fábio Fieni, neurologista do São Bernardo Apart Hospital, orienta sobre cuidados para evitar as complicações desta que é umas maiorias causas de morte no mundo

O acidente  vascular cerebral (AVC), popularmente conhecido como derrame, é uma das principais causas de morte no Brasil: anualmente, mais de 100 mil pessoas morrem no pais devido ao AVC. O neurologista Fábio Fieni, diretor médico do São Bernardo Apart Hospital (SBAH), explica que a doença é uma preocupação mundial e está ligada à diversos fatores de risco.

“A melhor forma de prevenção é controlando os fatores de risco vasculares que são a hipertensão, diabetes. Também é importante cessar o tabagismo, manter uma alimentação adequada, atividade física regular e também fazer um controle do estresse”, orienta.

Os sintomas de um acidente vascular cerebral envolvem dor de cabeça súbita e intensa, fraqueza ou dormência de um lado do corpo; dificuldade súbita para falar ou para entender; perda súbita da visão; alteração do equilíbrio ou dificuldade para andar. Sinais que não devem ser ignorados haja vista que a falta de tratamento adequado podem gerar sequelas graves como dificuldade para andar e falar, perda cognitiva e até a morte. Vale destacar que, seguindo as orientações das autoridades sanitárias, os atendimentos de urgência e emergência seguem em andamento visando garantir o tratamento adequado e em tempo hábil.

Com a pandemia da COVID-19, os cuidados com a prevenção devem ser reforçados. Segundo publicação do jornal científico New England Journal Of Medicine, médicos dos Estados Unidos associaram a ocorrência de AVC em pacientes jovens contaminados pela COVID-19. Fieni explica que esta tendência foi estudada e o protocolo de avaliação de pacientes com AVC e COVID-19 está sendo implementado no SBAH.

São Bernardo Apart Hospital em Colatina.Excelência em Colatina
O SBAH é o único hospital no noroeste do Estado a conquistar a Certificação Internacional Angel que reconhece o atendimento qualificado em centros de AVC. “Essa iniciativa começou na Alemanha e reconhece hospitais em todo o mundo. Eles avaliaram nossa estrutura e organização, auxiliaram no treinamento de todas as equipes. Nossa capacidade foi validada e nos reconheceram como centro de excelência”, contou o médico.

Comentários

0 Comentários
Compartilhe
Tags:, ,

Marcia Lima

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: